Publicado por: Marcos Silveira | 29/março/2009

Frase da semana: Horários extremos

Esta semana a velha polêmica de jogos de futebol em horário “alternativos” (para não dizer impróprios) teve um novo episódio no Campeonato Paulista.

Mas em vez do já tradicionalmente criticado horário das 21h50 (que ocorre em vários estados do país por conta da grade de programação da TV que detem os direitos de transmissão), os torcedores de São Paulo e Santos terão a oportunidade de ver (ou não) seus times jogarem numa matinê em pleno dia útil.

Na última terça-feira a Federação Paulista de Futebol confirmou a mudança de horário de duas partidas válidas pela penúltima rodada do Paulistão, ambas na próxima quinta-feira (02/04/09):

  • São Paulo X Guaratinguetá – Morumbi – 15h45
  • Santos X Portuguesa – Vila Belmiro – 15h45

A antecipação do horário dos jogos (que estavam marcados inicialmente para quinta à noite) desagradou os dois clubes mandantes e a frase da semana de hoje foi dita pelo técnico de um dos times ao saber da alteração:

“É ruim para o torcedor. Às 15h45, como a pessoa vai trabalhar? Os caras estão escolhendo a dedo.”

Muricy Ramalho, técnico do São Paulo, sobre o jogo contra o Guaratinguetá ter sido adiantado para o período da tarde em plena quinta-feira, dia útil.

Muricy tem fama de reclamão, mas dessa vez fica difícil não concordar com ele. Tanto que a opinião é compartilhada por um dirigente do Santos:

“O povo santista é trabalhador. Ninguém vai ter condições de ir assistir um jogo na Vila numa quinta-feira no período da tarde.”

Adilson Durante, diretor de futebol do Santos, prevendo um público reduzido para o decisivo clássico desta semana contra a Portuguesa.

Por mais que se tente entender as razões da FPF e das emissoras que transmitem o Paulistão, é inconcebível que uma partida de futebol seja marcada para o meio da tarde de um dia útil. Ainda mais na penúltima rodada do Campeonato. E olha que Santos X Portuguesa deve decidir a última vaga para as semifinais…

Por isso esta semana tivemos duas frases ao invés de uma. Ambas dizem praticamente a mesma coisa. Mas você sabe que o importante aqui no F&N é a sua opinião:

O que você pensa desse horário em que São Paulo e Santos terão de jogar nesta quinta-feira? Você iria ao estádio torcer pelo seu time nessas condições? Participe e deixe seu comentário!

Anúncios

Responses

  1. Por que não dão logo um “tiro na cabeça do futebol brasileiro”???
    Primeiro proibem a cerveja… agora, marcam jogo quando QUASE-NINGUÉM-DE-BEM pode ir…
    Acabem logo com o futebol e vamos acompanhar os campeonatos europeus.
    Pronto!

  2. Quinta-feira, 15h45. Não dá pra entender… Vai ter transmissão em canal aberto? Já não basta o absurdo de termos que ver jogos de futebol hoje às 22h por causa daquela magnífica expressão de lavagem cerebral, culturalmente inútil, vulgo denominada NOVELA (lembrando que os jogos já foram às 21h30, passaram pras 21h45, 21h50 e agora estão às 22h…)? Sinceramente, o que o pay-per-view perde em termos de programação ao não transmitir esses jogos, ao invés das 15h, em um horário minimamente decente? Se os canais ainda tivesse outras programações, mas são canais EXCLUSIVOS para mostrar o futebol…

    Eu sei que a TV hoje corresponde à principal parcela das receitas da maioria dos clubes brasileiros (muito por conta da ineficiência da gestão dos clubes que não sabem aproveitar a paixão dos torcedores para buscar receitas alternativas).

    Mas 15h45, em plena quinta-feira? Pra jogo de PAY-PER-VIEW?

    Pior que isso apenas o que fazem aqui no RS: jogo na quinta-feira, às 21h45, com transmissão apenas pelo PAY-PER-VIEW!!!

    Não dá pra entender e dá pra incrivelmente concordar com o comentário do Nicolau Branco.

  3. Bah, aqui na província também vai ter jogo nesse horário extravagante: Caxias-RS x Grêmio.

    Por que essa mudança?

    Pior que isso só jogos no sábado às 18:10!

    Como diz o Paulo Henrique Amorin no excelente blog dele: Viva a REDE “GOEBBELS” DE TELEVISÃO!

  4. Fica difícil levar o futebol brasileiro a sério, pois os horários de alguns jogos parecem piada. Recentemente o Flamengo jogou contra o Madureira, em Édson Passos (local que a torcida do clube esta pouco habituada a frequentar), às 16h de uma quarta feira. Fala sério, não querem torcedor no estádio.
    Fora o habitual 21:50h, tá de sacanagem, em uma cidade em guerra civil (como o Rio de Janeiro), querer que o torcedor vá para casa após o jogo por volta das 00:00h.
    Esse é um dentre tantos outros motivos que afugenta o torcedor dos estádios do Brasil.
    Um grande abraço.

  5. Duas observações a respeito:

    1 – Realmente, é uma indignidade o que a Rede Globo faz com os torcedores, com o beneplácito dos clubes. O horário das 10 da noite em dias de semana, principalmente, é surrealista, quando se sabe que o metrô, em São Paulo, deixa de circular por volta da meia noite.

    2 – Horário impróprio para jogos do São Paulo parece ser qualquer um: a torcida deles não vai no estádio de maneira e em horário algum…

  6. O campeonato carioca já teve vários jogos nesse horário, procurando explicações cheguei a questionar se o estádio não tinha iluminação.

    Próxima rodada VascoxMacaé jogarão 21:50 no Maracanã… transmissão somente PPV. E nosso pobre torcedor vai sair do estádio meia-noite, pegar seu trem/metro/onibus/carro e chegar em casa 01:00 da manhã, numa cidade que não é muito segura. E no dia seguinte vai acordar as 7:00 pois tem que trabalhar.

    Como sofre o torcedor…

    E a culpa é dos clubes, que são refens da Televisão pois essa é responsavel por grande parte de sua receita. Agora, como um clube irá aumentar sua receita tipo “matchday” jogando as 4 da tarde de um dia util, ou 21:50?

    Acho que bater de frente com a televisão representaria um trade-off entre receitas broadcast e matchday.
    A televisão pagará pouco menos pelo horário decidido pelos clubes mas a receita matchday aumentaria, resta os clubes saberem se em mesma proporção.

    Minha opinião:
    Dia util jogo é 20:30, Fim de semana é as 17:00 ou 18:00.
    E tem que haver constancia nos horários, sem horários alternativos que só deixam o torcedor perdido.

  7. Quando a TV (e os Clubes) se derem conta que FUTEBOL (especialmente no tão propalado “país do futebol) é programação de HORÁRIO NOBRE, e não de Corujão, TALVEZ as coisas mudem um pouco.

    Mas hoje em dia, com clubes (uma boa maioria, ao menos) que não conseguem nem pagar os salários dos jogadores porque dão passos maiores que suas pernas permitem, digamos que é quase uma heresia querer que os Clubes tenham poder de barganha.

    Pior que aqueles clubes que fazem bons trabalhos administrativamente acabam pagando o preço dos maus pagadores, a maioria.

  8. Olá Marcos!!!

    Inconcebível, tal atitude… Isso só prova, mais ainda, que o futebol brasileiro se encontra mal administrado e que conseqüente a isso, no caso dos dois jogos marcados para 15hs45mm nesta quinta-feira, os cartolas ainda estão à mercê dos tostões da televisão.
    O profissionalismo no futebol ou no esporte em geral, passou da hora de se propagar diante das negociações envolvendo o entretenimento do torcedor.
    Não nos esqueçamos que iremos organizar uma Copa do Mundo.

    Grande Abraço!!!

  9. Não sei se os amigos do blog se lembram do brasilerão de 1998 em que os jogos do meio de semana ocorriam a tarde. Se não estou enganado, na época o argumento era da tentativa de venda da transmissão para a europa. Aparentemente a medida não deu certo até porque não foi repetida muitas vezes. Na minha recordação apenas a final da copa joão havelange entre vasco e são caetano.

    Enfim, com medidas como essa fica difícil a fidelização do torcedor e os incrementos nas receitas de matchday.

    Todavia, acho que um jogo por rodada poderia ter um horário alternativo, desde que, houvesse uma boa venda dos direitos de transmissão para o exterior. Por exemplo: Um jogo por rodada do brasileirão ser as 11h ou 12hs de domingo para poder ser vendido para o extremo oriente. Acho que poderia causar um bom custo benefício aos clubes, não só na venda dos direitos de transmissão como na exposição das marcas fora do país.

    Abraços

  10. Não entendo porque os clubes entregam o horário dos jogos pra TV. Eles é que deveriam determinar isso. Alguém imagina a Globo dizendo: “se eu não puder escolher o horário dos jogos eu não compro os direitos de transmissão, pode vender pra Record”?

  11. Não se esqueçam do jogo-balada do Timão, no sábado 21:10!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: