Publicado por: Amir Somoggi | 3/março/2009

Torcedor dos sonhos. E ele existe!

Amigos do blog, esse post tem como grande objetivo mostrar o real potencial de geração de receitas dos grandes clubes brasileiros com seu torcedor mais fanático e com bom poder aquisitivo.

Todos nós temos amigos fanáticos por futebol, daqueles que vão aos estádios desde muito cedo e que não trocam um jogo de seu time no estádio por nenhuma outra atividade. Somente deixam de ir aos jogos por alguma obrigação profissional, compromisso familiar, etc.

Eu tenho um grande amigo de longa data, Marcel Potolski, mais conhecido como Mou, são-paulino fanático, que segundo ele mesmo deixa claro: “Não há ninguém que ame mais o SPFC do que eu, no máximo outros torcedores amam na mesma intensidade”!

marcel1

Tomo a liberdade de dividir com vocês uma análise que fiz sobre o perfil dos gastos do Mou com o São Paulo FC em 2008, torcedor nascido na capital, proprietário de 4 cativas no Morumbi e que vai no mínimo a 25 jogos do SPFC em casa por ano, 5 jogos em outros estádios, além de outros gastos com produtos licenciados, viagens para ver jogos em outras cidades / estados, gastos na porta do Morumbi com ambulantes e flanelinhas e consumo no Santo Paulo Bar.

Em 2008, o Mou gastou R$ 4.635 com sua paixão, o SPFC, e segundo ele: “Caso o clube me oferecesse estacionamento seguro e um local legal na cativa para comer e beber antes e depois dos jogos, seguramente gastaria muito mais do que os R$ 15 que deixo em média na porta do Morumbi”. – Detalhe, ele jamais vai aos jogos sem a companhia de 3-4 amigos com perfil de consumo similar.

Gastos Marcel Potolski com o SPFC – Em 2008

gastos-marcel-spfc-em-2008

Com os dados fornecidos pelo Mou fica claro o gigantesco potencial de geração de receitas que os grandes clubes brasileiros têm nas mãos. No caso do SPFC, o exemplo acima comprova que seria uma ingenuidade acreditar que o clube não pode ter 20 mil, 30 mil torcedores com esse perfil de consumo semanalmente no Morumbi. Vale lembrar que o clube com seus mais de 15 milhões de torcedores tem que estudar, identificar e se relacionar com os milhares de potenciais heavy users das classes A e B, que moram na Grande São Paulo.

Jogo do SPFC na Ilha do Retiro- PE
marcel2

Segundo minha análise, dos R$ 4.635 gastos pelo Mou, cerca de 31% chegam ao clube diretamente ou através de royalties, algo em torno de R$ 1.455.

Como sempre destaco em meus comentários, os grandes clubes europeus têm um relacionamento estreito e contínuo com torcedores desse perfil, que são os proprietários dos season tickets, muitos clubes têm pelo menos 1/3 do estádio reservado para esse público, alguns chegam a 70% do estádio, outros a até 90% dos espaços disponíveis.

Caso o São Paulo conseguisse atrair 20 mil torcedores desse perfil de consumo anual, 30% da capacidade de seu estádio, para os seus jogos em casa, o clube geraria um volume total de recursos de aproximadamente R$ 93 milhões e mantendo essa estrutura de receitas líquidas recebidas, acrescentaria quase R$ 30 milhões em receitas anuais.

Esse potencial é ainda maior quando analisado sob a questão de como o clube pode melhorar sensivelmente seus serviços no anel intermediário do Morumbi, atraindo mais proprietários de cativas e outros torcedores interessados em assistir aos jogos do clube no lugar nobre, pelo menos em termos de visibilidade do jogo.

No caso do Mou nem sempre ele utiliza as 4 cativas que mantém ativas, mas o faria se a experiência de consumo dentro do estádio tivesse mais qualidade. O seu pai, por exemplo, pelo desconforto de assistir as partidas no Morumbi, tem o PPV da Globosat.

Com um índice de ocupação de 50% do Morumbi em todos os jogos com são-paulinos heavy users das classes A e B com perfil de consumo anual similar, o volume de recursos gerados poderia atingir R$ 165 milhões e o SPFC ficaria com R$ 51 milhões e caso instituísse uma política mais agressiva de controle sobre suas receitas e ampliação da gama de serviços que gerem novos recursos com licenças e royalties poderia ficar com mais de 40% das receitas geradas, cerca de R$ 66 milhões.

Em 2007, o SPFC gastou com a remuneração de seus jogadores R$ 67 milhões, o maior valor entre os clubes brasileiros, segundo análise da Casual Auditores, e o departamento de futebol consumiu R$ 110,7 milhões.

Anúncios

Responses

  1. Amir, eu não me conformo em ver um gigante como o Morumbi com 5 mil pessoas, mesmo que contra o Oeste, num jogo de meio de semana, num campeonato que o São Paulo não dá muita bola.

    Olá João,

    Você está certo.

    Além do pouco apelo de muitos jogos o torcedor não se sente motivado a ir ao Morumbi, pela falta de serviços qualificados.

    O clube está buscando melhorar a infra-estrutura para o torcedor, mas especialmente os proprietários das cativas, com alto poder de consumo, ao que parece não são a prioridade do SPFC.

    Além do investimento em infra-estrutura, o clube deve trabalhar de forma criativa campanhas de marketing e comunicação para ampliar a presença do torcedor em todos os seus jogos.

    Um abraço.

    Amir

  2. Amir, venho aqui para dar meu testemunho, nunca mais vou de carro ao Morumbi, todas a vezes que fui tive algum prejuízo, seja por roubo ou depredação do veiculo. Realmente é dureza a situação do torcedor nos estádios, pagar 5 reais num quite esfirra oferecido por lá é um tremendo desrespeito ao torcedor. Gostaria de escolher o que comer e beber. Pior que é a única opção, já peguei uma infecção alimentar por comer um daqueles xtudo de porta de estádio. Não sei até quando essa situação vai durar, espero quem em breve isso mude. Eu também gostaria de gastar mais com meu clube.

    Olá Ricardo,

    Obrigado pelo testemunho.

    Realmente ir a um estádio de futebol no Brasil é para abnegados…As coisas estão melhorando, mas muito aquém do que deveria.

    As reformas para a Copa de 2014 devem mudar esse cenário em alguns estádios.

    E a sua frase é contundente: “Eu também gostaria de gastar mais com meu clube”.

    Alguém tem dúvida que com melhores serviços, os clubes impulsionariam muito as suas receitas?

    Um abraço.

    Amir

  3. Mou, estou envergonhado! Meu gasto com o SPFC no ano passado foi um mísero ingresso de R$ 90 (comprado de cambista) para o jogo São Paulo e Fluminense, na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Sobre o post acima, do Morumbi vázio no São Paulo e Oeste, a discussão é um pouco mais complexa: a fórmula do Campeonato Paulista (quantidade de times, turno único etc.) não torna a competição atraente, nem para clubes nem para torcedores, a meu ver. Isso certamente dificulta tornar o campeonato rentável para os clubes! Abss. Bianconi

    Grande Bianconi,

    Obrigado pelo comentário.

    Realmente questões estruturais em nossos campeonatos afetam a presença de público nos estádios.

    Mas gosto sempre de citar o exemplo da MLB dos EUA, já que suas franquias jogam 81 jogos na temporada regular e o % de Ocupação dos jogos da Liga é de 72%.

    O motivo é que a ida aos jogos de beisebol está totalmente focada na ida para o estádio como uma atividade de entretenimento.

    Um abraço.

    Amir

  4. Amir, muito oportuno o seu texto, como sempre, assim como são oportunos os depoimentos dos nossos leitores.

    Há pouco o que acrescentar no escrito e comentado. Ir a um jogo de futebol hoje é um sacrifício tão grande que só uma paixão de grande intensidade pode prover o contrapeso.

    É como eu digo, de maneira geral, o marketing se limita a camisetas bonitinhas e muito discurso.

    Eu também gostaria de gastar mais com meu clube, mas não me ajudam.

    Abraços,

    Robert

    Olá Robert,

    Obrigado, realmente o gasto do torcedor é um dos assuntos que mais fascina a todos nós, seguramente.

    Esse é o potencial do futebol brasileiro, milhões de torcedores das classes A e B de todos os grandes clubes, ávidos por produtos, serviços e uma relação de qualidade com seu clube de coração.

    Um abraço.

    Amir

  5. Falando em traçar perfis a ESPN divulgou os dados de “State of the Sports Union”.

    http://maquinadoesporte.uol.com.br/v2/noticias.asp?id=12383

    Olá Ricardo,

    Obrigado pelo link.

    Um abraço.

    Amir

  6. Com ctz, eu tbm gastei por media esse valor ou um pouco mais, pq?fiu em 6 caravanas tbm ..fiu nesse jogo contra o esport na ilha tenhu mtos amigos da jovem do sport…tbm tenho a manutençaõ das minhas cativas q. por sinal estão na familia desde da primeira leva de vendas delas…mas naum contuma fenquentar pq?sou membro da independente e sim vejo o jogo na arquibancada laranja..
    acredito no pontecial de reseitas q. o são paulo possa conseguir se trabalhar esse potencial dos fanaficos com eu …

    _x_spfc_x_
    torcida -independente

    “queremos ser grande com o nosso são paulo nos ensinou”

    Obrigado pelo comentário.

    Isso apenas comprova mais um vez o grande potencial dos clubes brasileiros com seus torcedores fanáticos e com bom poder de consumo.

    Um abraço.

    Amir

  7. Eu deixo de ir em jogo porque cansei de pegar trânsito e chegar num lugar q nao oferece estacionamento pra quem comprou ingresso (e pagou caro), ser roubado pelos flanelinhas (eu pago R$1500 de IPVA e ainda tenho q pagar pra deixar na rua), de ser tratado como gado de boiada pra entrar no estadio e outras coisas; ou seja, enquanto o SPFC não respeitar o torcedor como um cliente, e não como animal, evito o estádio, mesmo adorando e sendo sampaulino fanático.

    Olá Leonardo,

    Obrigado pelo testemunho.

    A falta de conforto e segurança é um dos maiores entraves para que nossos clubes alavanquem suas receitas com o torcedor em dias de jogos.

    Um abraço.

    Amir

  8. O spfc tem ampliado os locais no morumbi com maior conforto,foram recem inaugurados o santo paulo bar(onde num jogo de campeonato paulista o ingresso custa 150)além de camarote da rbk,nobel e espaço unyco(todos são integrantes do conceito que o spfc criou de morumbi concept hall).
    Portanto acredito que uma coisa que afeta e muito a presença do torcedor é realmente a questão do estacionamento(que por sinal poderia ser uma outra fonte de renda para o clube)
    Além é claro de como já foi citado a formula do campeonato e a debandada de jogadores de alto nivel!
    E posso me considerar também um torcedor fanatico,fui em 26 jogos em casa e mais 3 fora no ano passado.Mas sou integrante da dragões da real,e sei que são alguns poucos de torcida organizadas e mais alguns outros poucos torcedores comuns que tem esse gasto atualmente.

    Olá Caio,

    Você está certo, o clube tem conseguido melhorar setores no Morumbi e com isso agregar mais serviços para o torcedor disposto a gastar mais.

    A questão vai além da infra-estrutura simplesmente, já que em mutos jogos o clube não consegue ampliar o público que vai ao Morumbi e também nos espaços premium.

    O clube tem que trabalhar de forma contundente na melhora do público no seu estádio e não apenas em jogos importantes.

    Um abraço.

    Amir

  9. Eu acesso o site futebol e negócios toda as semanas. Eu li a matéria do Marcel Potolski sobre o torcedor dos sonhos. Eu sou sócio-torcedor Master do São Paulo FC desde dezembro de 2004. Na época, o São Paulo não ganhava um título importante a algum tempo. Hoje, eu continuo sendo um sócio-torcedor Master, aposto 5 bilhetes (R$ 10) da Timemania por semana desde Março de 2008, comprei várias camisas oficias de jogo e duas do Rogério Ceni, comprei os DVDs do Tetra, Penta e Hexacampeonatos brasileiros e compro todos os meses desde a nº1 a Revista Oficial do São Paulo FC. O que estiver ao meu alcançe, ajudarei até a morte o São Paulo FC. Rodrigo Lucas de Brito, Aparecida, SP.

    Olá Rodrigo,

    Muito obrigado por seu testemunho.

    Por um email como o seu fico ainda mais tranquilo em afiirmar que minhas projeções sobre o mercado brasileiro de futebol estão corretas. A Casual Auditores publicou em seu report em 2008 que os clubes brasileiros têm em receitas inexploradas, cerca de R$ 1 bilhão por ano.

    Um abraço.

    Amir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: