Publicado por: Marcos Silveira | 24/fevereiro/2009

F&News: Leste europeu avança

Ainda em ritmo de Carnaval, o F&News de hoje traz um artigo dos nossos parceiros portugueses do Futebol Finance, que confirma a onda de oligarcas milionários do leste europeu (além de xeques árabes e magnatas americanos) investirem no futebol do Velho Continente.

A tendência assusta a Fifa, principalmente porque vem atingindo grandes clubes do futebol inglês, como é o caso do Arsenal.

Usmanov prepara aquisição do Arsenal FC

Extraído do Futebol Finance

Empresário uzbeque quer colocar as duas mãos no Arsenal

Empresário uzbeque quer colocar as duas mãos no Arsenal

O empresário do Uzbequistão, Alisher Usmanov, prepara uma oferta para a aquisição do Arsenal FC. O magnata do ramo metalúrgico, aumentou recentemente a sua participação no Arsenal Football Club para 25% através da sua empresa Red and White Holdings Limited. Segundo os estatutos do Arsenal, para poder ser feita uma oferta de aquisição é necessário que o acionista interessado detenha pelo menos 30% do capital do clube.

Nos últimos 2 anos Usmanov tem vindo a aumentar a sua participação no Arsenal. No entanto, as intenções do empresário têm tido forte oposição por parte dos restantes acionista e também de destacadas figuras do clube, que não vêem com bons olhos a compra do clube por um estrangeiro. De forma a combater essa oposição Usmanov convidou para presidir a sua holding o antigo vice-presidente do clube David Dein.

Acionistas do Arsenal FC:

  • Alisher Usmanov (Red & White Holdings) – 25%
  • Danny Fiszman – 24%
  • Lady Nina Bracewell-Smith – 15.9%
  • Stan Kroenke – 12.4%
  • Richard Carr – 4.4%
  • Peter Hill-Wood – 0.8%
  • Outros – 17.49%

Os estatutos do Arsenal não permitem aos seus maiores acionistas vender as suas participações antes de Abril. Cada acionista que deseje vender a sua participação terá que dar opção de compra aos restantes. Portanto prevê-se um verão quente para a equipe de Londres. Fica aqui mais um alerta para a forma como estão constituídas as partilhas de poder das SADs e Sociedades Desportivas. As barreiras que os dirigentes do Arsenal criaram para evitar a aquisição do clube por parte de milionários desconhecidos parecem estar a desmoronar-se e brevemente teremos mais um homem de leste proprietário de um clube inglês.

Fonte:  The Times

Anúncios

Responses

  1. Olá Marcos,

    Parece que a história do Glazer no Manchester pode se repetir com o Usmanov no Arsenal.

    O Glazer foi comprando as ações até atingir 75% e assim ter o direito de adquirir todas as ações, empolgado com a distribuição de dividendos, que sempre foi muito boa…

    O Usmanov deve ter ficado muito empolgado ao ver o “earnings per share” do Arsenal subir 813% de 2007 para 2008.

    Um abraço

    Amir

  2. É assustador essas tendências…

    Mas aí fica a pergunta…

    Até que ponto o stakeholder vai ter voz ativa na participação esportiva ?

  3. O engraçado dessa situação é q a oposição cria uma resistência a um estrangeiro comprar o Arsenal, mas o time, mtas vezes, joga c/ 18 jogadores não-ingleses ou até msm não-britânicos.

    Vai entender.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: