Publicado por: Marcos Silveira | 10/fevereiro/2009

F&News: Turismo de negócios no Morumbi

Nesta quinta-feira (12/02), durante o jogo São Paulo X Ponte Preta, mais um camarote será inaugurado no Morumbi. Inspirado em um setor do Allianz Arena, na Alemanha, o Espaço Unyco terá capacidade para até 1.000 pessoas no anel inferior do estádio, ao lado do Santo Paulo Bar.
Espaço Unyco vai se integrar ao Morumbi Concept Hall

Espaço Unyco vai se integrar ao Morumbi Concept Hall

Como muitos camarotes de hoje em dia, esse terá recepção, segurança, cadeiras confortáveis, lounge, ar condicionado, segurança, telas de plasma e cardápio diferenciado (do restaurante Applebee’s). Tudo incluso no valor do ingresso (que será divulgado na quinta).

Além de ser uma alternativa para torcedores mais exigentes, o Espaço Unyco traz uma novidade a mais. Graças a uma parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), 300 lugares serão destinados aos turistas que passam pela capital paulista.

O objetivo é, apostando na comodidade, atrair para o Morumbi uma parcela dos centenas de executivos e empresários, de todo o Brasil e do exterior, que viajam a São Paulo a trabalho e procuram opções de lazer enquanto estão na cidade. O chamado “turismo de negócios”.

Pode parecer um número pequeno, mas trata-se de um serviço novo e segmentado que será testado este ano pelos hotéis associados à ABIH, que além disso irão distribuir aos hóspedes material turístico do São Paulo FC e do Estádio do Morumbi.

Um serviço semelhante a esse já é oferecido há bastante tempo em vários hotéis do Rio de Janeiro. A maior diferença, no entanto, está no nível das acomodações disponibilizadas. Nos estádios cariocas os turistas costumam ficar em cadeiras numeradas, daquelas convencionais.

SPFC anunciou novos parceiros nesta segunda (09/02)

SPFC anunciou novos parceiros nesta segunda (09/02)

O Espaço Unyco, a ABIH e o Applebee’s (que em breve terá uma unidade no Morumbi Concept Hall) são três dos parceiros anunciados nesta segunda-feira pelo São Paulo (os outros são a Aché Laboratórios Farmacêuticos e o Grupo Volkswagen). Com os novos acordos, a diretoria do clube paulista espera obter cerca de R$ 20 milhões em novas receitas em 2009.


Responses

  1. Mais uma boa iniciativa do SPFC. Antigamente o SPFC não ligava muito para o seu rande patrimônio Morumbi, qu até chegava a dar prejuizos. Com o passar dos anos, o SPFC percebeu que tinha uma grande patrimônio que podia lhe gerar muitas receitas se bem valorizado, e é isso que vem acontecendo. O São Paulo está cada vez mais vendendo ou alugando partes do Morumbi para empresas para que gere lucros.

    Como este ano o SPFC não vendeu nenhum jogar para a Europa, o marketing do clube está trabalhando cada vez mais forte para fazer com que o clube consiga ter lucros, e é isso que um clube ou empresa deve fazer quando a sutuação não está tão boa, procurar alternativas.

    Um abraço!!

  2. Boa iniciativa do SPFC, mas sem sombra de dúvidas que o melhor marketing no futebol é ganhar títulos.

    Abraço…

  3. Todo saopaulino quer ir ao morumbi, mais sem conforto é só para os mais fanaticos, com essas iniciativas, o SPFC mostra que esta se adaptando a sua torcida que é exigente. se continarem nesse ritmo o SPFC que tem suas receitas ja razoaveis vao ganhar mais uma ajuda das bilheterias.

  4. A decisão do São Paulo de limitar a carga de ingressos para a torcida corinthiana a apenas 10% do total, para o clássico do próximo domingo, rompe com uma tradição – praticamente, um acordo tácito – de se fazer a venda de ingressos, para jogos dessa espécie, com base na lei da oferta e da procura.

    A medida foi particularmente infame por haver sido informada em discurso, proferido pelo pitoresco presidente sãopaulino, carregado de sarcasmo, além de, traiçoeiramente, a apenas poucos dias da realização do clássico contra o Corinthians.

    O Morumbi, por décadas a maior fonte de renda do São Paulo, sempre foi, de fato, um estádio de uso comum dos grandes clubes do futebol paulista. Abrigou a grande maioria das partidas decisivas realizadas no estado de São Paulo, nas últimas quatro décadas. Esse foi o motivo pelo qual, nos anos 80, a Federação Paulista de Futebol financiou, a partir de fundo constituído pelas grandes agremiações filiadas (Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo), a colocação dos chamados “amortecedores” no Morumbi, para afastar o risco diagnosticado de desabamento. Essa medida é indicadora da socialização na manutenção, e não só no uso, do Morumbi.

    O Corinthians, ente mais afrontado pela intempestiva decisão sãopaulina recém anunciada (apesar de ser o menos culpado por ela, de acordo com as justificativas do clube do Morumbi), sempre tratou a construção de um novo estádio próprio como um sonho de consumo, quase como uma extravagância, e não como uma medida fundamental para a sua existência, acomodado que estava pela disponibilidade do Morumbi.

    A acomodação corinthiana explica a inação do clube, no que tange a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, a despeito do valioso mote que representa a inexistência de um estádio moderno e de grandes dimensões, na maior e mais importante cidade brasileira. O Corinthians vinha aceitando passivamente a discutível candidatura do Morumbi como arena paulista da Copa de 2014, parecendo desprezar a condição que lhe seria reservada de maior beneficiário da necessária construção de um novo estádio.

    A imediata e intensa indignação manifestada por dirigentes do Corinthians, e por seus torcedores, em relação às novas diretrizes determinadas pelo São Paulo para o uso do Morumbi, evidencia que quaisquer acordos de cavalheiro, porventura vigentes, deixaram de existir. Inclusive em relação à luta por um novo estádio corinthiano – o que implica na candidatura Morumbi-2014. Configura-se, desta maneira, o caráter politicamente desastroso da decisão sãopaulina, a primeira vista prosaica, de inovar na distribuição dos ingressos para clássicos disputados no Morumbi. Os discursos se radicalizaram em curtíssimo intervalo de tempo, o que torna extremamente difícil um recuo. Aqueles que estudam a história, sabem que é assim que se começam as guerras.

  5. Diego: Comentário lúcido. Pensei a mesma coisa minutos antes de ler o seu comentário. Sempre quando há uma quebra de contrato verbal é um estopim para qualquer tipo de confronto.

    O problema é que se em algum dia o São paulo quiser interpelar algo no Clube dos 13 ou mesmo na CBF e necessitar algum tipo de apoio político isso pode comprometer o SPFC.

    e mais…

    Penso que pode haver uma manifestação como a do Flamengo por cota televisiva, pois, mesmo sem ganhar títulos o SCCP tem uma cota maior que o tricampeão (seguido) brasileiro.

  6. Excelente iniciativa. Eu mesmo, quando for a São Paulo, me hospedarei em um hotel que seja associado (não sei se todos são) e me permita assistir a jogos no camarote.

    Respondendo ao companheiro Aurélio.

    O SPFC não rompeu esse acordo tácito na véspera do jogo.

    Desde de Dezembro todo mundo sabe que , com a implantaçao do Setor Visa ficaria inviável classicos com meio a meio. Foi não só uma orientação de estruturação para o Setor, mas uma orientação da PM.

    Um dia isso teria que acontecer. É mais comodidade para o torcedor São Paulino, que poderá frequentar um classico na sua casa, com mais comodidade.

    Corinthians e SPFC continuam parceriso, o Andrés está absolutamente tranquilo e junto com JJ.

    Esse xilique todo feito na mídia é fruto das eleições no Corinthians. Mas nos bastidores os dois clubes estão mais juntos do que nunca.

    Infelizmente o SP tem que botar a SUA casa em ordem, e o Corinthians, bom, é dificil falar de alguém que não tem casa PRÓPRIA.

  7. Não sei qual é o grau de intimidade que o Rodrigo Constantino possui em relação ao Andres Sanchez. O que eu sei é que a nota oficial do Corinthians sobre o assunto, contraria totalmente o que ele falou. Vejam se são palavras que se dirija a um “clube parceiro”:

    Nota da Diretoria
    Por Sport Club Corinthians Paulista
    10/02/09 – 17h16

    Em nota oficial, o SPFC alega ter informado oficialmente a Diretoria de Marketing do Corinthians sobre a decisão de alocar apenas 10% da lotação do Morumbi à Fiel.

    Realmente, na sexta-feira, após já termos tomado conhecimento pela Imprensa da decisão, recebemos um telefonema do Marketing são-paulino, explicando que a designação de um lote da arquibancada visitante para uma empresa de cartão de crédito impediria o São Paulo de oferecer mais do que um número limitado de assentos naquela área.

    Desde então, o Corinthians vinha mantendo contatos, tentando viabilizar o ingresso de mais torcedores corinthianos no clássico de domingo, procurando preservar o bom relacionamento entre os clubes.

    Infelizmente, os esforços fracassaram. Ao impor um constrangimento desta dimensão à maior torcida de São Paulo, o SPFC rompe com uma tradição consagrada, que tanto contribuía para a beleza das partidas entre as grandes equipes.

    A Diretoria de Marketing vem batalhando para que prevaleçam os princípios da lógica econômica na sua relação com os outros clubes. Mas estará sempre ao lado da Fiel, repudiando posturas elitistas de dirigentes arrogantes, típicas de times de pequenas torcidas, carentes, talvez, daquilo que abunda no Timão: o apoio irrestrito, a presença maciça da Fiel, em todos os momentos importantes de sua gloriosa História.

  8. Pode parecer algo que beirasse o amadorismo e a não convencional…

    Idéia…

    Se eu fosse dirigente do Corinthians, administraria uma derrota por WO…

    Não colocaria o time em campo, e administraria os 3 x0 do WO… Não fere o estatuto do torcedor e colocaria a pressão da não realização da partida sobre o SPFC.

  9. Não tenho intimidade nenhuma com o Sr.André.

    Mas entre o Andrés da nota oficial postada e o que grita para mídia mas depois liga pro JJ, eu fico com o segundo.

    O SP fez o que tinha que fazer. O estádio tem dono, está sendo melhorado para sua torcida e é com ela que o SP tem que se preocupar.

    Porém, não acho correto o atraso na entrega dos ingresso que aconteceu hoje. O visitante merece ser bem tratado.

    O futebol mudou, não da pra ficar carregando os atrasados a vida toda.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: