Publicado por: Maurício Bardella | 25/março/2008

Flamengo e a Camisa 3 – mais vendas, mais lucros

O lançamento de terceiras camisas não é exatamente uma novidade em nosso mercado. Na verdade desde os anos 90 clubes como o Grêmio já utilizavam esse artifício para melhor explorar o potencial de consumo de seus torcedores. Palmeiras, Fluminense, Corinthians, Cruzeiro, entre vários outros, também seguiram esse caminho. 

 

Camisa 3 do Flamengo

 

Ontem (24/03/08) o Flamengo lançou sua terceira camisa com um design retrô, usando as cores tradicionais e aludindo às suas origens como clube dedicado ao remo. Nada muito revolucionário, como se pode ver na foto acima (e no link abaixo), mas de qualquer maneira se trata de uma boa iniciativa que deve gerar um volume adicional de vendas para a Nike e, conseqüentemente, de royalties para o clube.

  

http://esporte.uol.com.br/album/080324flamengo_album.jhtm?abrefoto=1

  

Essa terceira camisa surge no momento em que o Flamengo negocia com a Nike uma rescisão contratual “amigável” utilizando-se do argumento de falhas nas entregas de material – o que, como já falamos em outros posts, não é nenhuma novidade; antes, é uma estratégia que pode ter ou não um fundo de verdade, já que a alegada falta de material muitas vezes é causada pelos próprios clubes – e nesse caso não cito especificamente o Flamengo – seja desviando material para “lojinhas” ou presentes a diretores e amigos, seja consumindo de maneira descontrolada a quantidade de itens prevista no contrato.

  

O que parece estar acontecendo de fato é a valorização mercadológica da camisa rubronegra através da concorrência. A Olimpykus oferece, segundo notícias (ou talvez rumores…), cerca de R$ 20 milhões anuais para o clube em lugar dos R$ 7 milhões pagos pela atual fornecedora. Seguindo parcialmente a estratégia da Nike para se consolidar no mercado, a marca gaúcha procura ter sob contrato os dois clubes com maior potencial de vendas de camisa do Brasil, que são Flamengo e Corinthians (que segundo informações veiculadas em jornais também teria sido alvo de sondagens da empresa).

  

A terceira camisa vem, portanto, em um momento conturbado na relação Nike e Flamengo, e talvez seja uma resposta da empresa aos diretores e torcedores, tentando mostrar algum tipo de iniciativa mercadológica e um objetivo de, concretamente, vender camisas e gerar royalties para o clube.

Juve - camisa 2
Camisa 2 da Juve – onde está o alvinegro?

 

Mais interessante do ponto de vista do potencial de vendas são, na minha opinião, as terceiras camisa do Corinthians (Nike, na cor roxa) e Santos (Umbro, na cor azul), ou a famosa camisa laranja do Fluminense (Adidas), usada por volta de 2001. Claro que mais uma vez nos veremos envolvidos na polêmica da tradição contra a mercantilização dos símbolos do clube, e mais uma vez argumentarei que clubes tão ou mais tradicionais da Europa (Barcelona, Arsenal e Juventus, para citar alguns) não demonstram esse apego declarado às suas cores nos segundos e terceiros uniformes. Mais que isso, a tradição, a história e a representatividade desses clubes são respeitadas, mais que nos símbolos, na gestão profissional, na clara definição dos objetivos corporativos (e não apenas esportivos) e no planejamento de negócios.


Responses

  1. Mauricio,

    A terceira camisa mais bem sucedida da temporada é a “verde” limão do Palmeiras, podendo ser considerada um novo clássico.

    Algum de vocês sabe qual o percentual do valor da camisa é revertido ao clube? Não contando com o valor do contrato de “official sponsor”.

    Olá, Ricardo. De fato a camisa do Palmeiras se tornou um grande sucesso de mercado, apesar de gerar resistência da ala conservadora de torcedores, diretores e imprensa.

    Pouco mais de dez anos atrás eu atuei na área de marketing de dois fabricantes de materiais esportivos, e portanto tive contato com diversos clubes grandes do país (Vasco, Grêmio, Corinthians, São Paulo, entre outros). Na época o valor acertado para o pagamento de royalties na venda de camisas era de 10% sobre o preço para lojistas. Claro que não há um valor fixo, a negociação é feita individualmente, e talvez hoje o percentual seja diferente em função do mercado que passou por grande mudança nesse período.

    Um abraço,

    Mauricio Bardella

  2. Assim como no Corinthians, a Nike enfrente resistência no Flamengo. Pode ser mais uma jogada para aumentar os valores do contrato.

    Noticias dão conta de que a Adidas está de olho nos dois e pretende derrubar a Nike dos 2 clubes de mais torcida do país.

    Abraços🙂

    Sérgio, de fato eu também li sobre a ofensiva da Adidas que teria oferecido ao Flamengo por volta de R$ 16 milhões anuais.

    Agora, tenho dúvidas se a Adidas vai mesmo comprar uma briga dessas, já que em nosso mercado ela vinha sendo bem cautelosa até a contratação do Palmeiras. Acho que devemos prestar atenção na Olimpikus, uma marca nacional que já se consolidou através de seus patrocínios no COB e no vôlei do Brasil; como essa empresa tem uma estratégia de investimento bem agressiva, é bem possível que esteja desenhando sua entrada no mercado do futebol, e contratar (a peso de ouro) um ou dois dos times mais populares seria um passo ousado para fincar os pés firmemente no segmento.

    Abraço,

    Mauricio

  3. Vejo muito mais uma ação retrô do que as ousadas camisas alternativas. Poderiam pelo menos aliviar no logo da Petrobras (tronco e mangas).

    Ricardo, acho que a camisa poderia até ser verde ou amarela, mas o logo da Petrobrás estaria lá, de qualquer maneira. Mas é verdade que, sendo um produto retrô, algo poderia ser melhor elaborado. Quando o Corinthians lançou, anos atrás, um modelo de camisa retrô e o patrocinador do clube era a Pepsi, foi utilizado na camisa um antigo logo da empresa e o produto ficou bem interessante.

    Abraço,

    Mauricio

  4. Oi Mauricio, realmente o 3ª uniforme é uma forma das fornecedores aumentarem seus lucros e conseqüentemente, royalties para o clubes.

    Creio que os brasileiros e outros povos tem a tradição do 2º uniforme ter cores mais próximas da originais clube e por isso as inovações nesse sentido são sempre recebidas com um pé atrás. É um questão cultural, que os clubes europeus nunca tiveram e por isso vemos esses uniformes tão diferentes.

    No caso da Juve, geralmente o uniforme é azul e amarelo em homenagem às cores da cidade de Turim, mas o fato é que realmente não há na Europa o apego que temos pelas cores do clube.

    Sobre o bom ou mau gosto desses 3º uniformes é uma questão de gosto mesmo e uns gostaram, enquanto outros não.

    Valeu.

    Olá. Gílson, gostei de saber sobre a relação do azul e amarelo com a cidade de Turim. Em outros casos, como no Barcelona, eu suponho que não haja uma relação desse tipo, já que as cores variam bastante de uma temporada para outra.

    Mas, como vc bem disse, o objetivo mesmo está no impacto da renovação periódica nos produtos disponíveis para o público e na exploração do potencial de consumo dos torcedores.

    Valeu pela participação.

    Mauricio

  5. Já tem uns 5 ou 6 anos que o Coritiba lança uma nova camisa 3 por ano, normalmente no mês de aniversário do clube, em Outubro.

    Em geral as camisas têm seguido as cores tradicionais do clube, verde e branco, com exceção da de 2006, que foi predominantemente preta.

    O modelo de 2007, inspirado nas camisas do Sporting e do Celtic, teve grande aceitação da torcida, inclusive este que vos escreve, que já comprou a sua.

    O vacilo nesse ano foi a demora na comercialização das camisas, e a pequena oferta. Os poucos lotes disponibilizados acabaram em instantes.

    Ela não será mais comercializada, pois o time está mudando o patrocinador, mas já fica a expectativa para a comemorativa de 99 anos.

    http://www.coxanautas.com.br/noticia.phtml?id=19612&t=Ciao-camisa-dos-98-anos

    Ricardo, no ano passado fui conhecer a Arena de Barueri e assisti a uma partida entre o time da casa e o Coritiba. Nessa ocasião vi ao vivo a camisa do Coxa (parecida com a do Celtic) e realmente achei o uniforme muito bonito.

    De fato a terceira camisa veio para ficar nos times brasileiros, e acho interessante quando o clube realmente a usa ao longo da temporada e não apenas em dois ou três jogos comemorativos. Dessa maneira a exposição é maior e o produto tem um argumento de vendas bem maior.

    Um abraço,

    Mauricio

  6. Só uma pequena informação: A Olympikus já forneceu os uniformes do Grêmio no começo da década de 80. A camisa do brasileiro de 81 é Olympikus.

    Igor, obrigado pela informação.

    Parece-me que nessa época a Olympikus tinha um foco mais regional, não é? Uma das fortes empresas que nasceram no pólo calçadista gaúcho. Hoje é uma marca esportiva muito forte, e acho que faz todo sentido entrar no futebol – ou melhor, voltar a participar desse mercado, dessa vez com uma presença nacional.

    Mais uma vez, valeu pela informação. Abraço,

    Mauricio Bardella

  7. Exatamente Mauricio, além do uniforme tricolor, em 84 forneceu para o Inter. Realmente seria muito interessante ver a Olympikus no meio do futebol, já que é tão vinculada ao vôlei e aos demais esportes olímpicos do Brasil. A marca é forte, tem apelo de design e qualidade, e é brasileira, temos mais é que torcer mesmo, já que estamos vendo todas as grandes marcas internacionais tomando espaço por aqui (nada contra também). Inclusive, especula-se também um contrato com o Grêmio, contrato com a Puma acaba neste ano e torcedores como eu reclamam muito dos valores contratuais de patrocínio, e a Olympikus vindo, provavelmente iria colocar uma graninha extra nos cofres tricolores. Está mais que na hora do Grêmio encontrar receita nos patrocínios, o que pagam ao Grêmio é uma verdadeira mixaria!

    Abs, Igor.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: