Publicado por: Marcos Silveira | 22/janeiro/2008

Sucesso, fracasso ou alerta?

Na última sexta-feira (18/01) escrevi sobre o início do Campeonato Carioca e o polêmico reajuste no preço dos ingressos.

Vamos aos números desta 1ª rodada:

+ Sábado:

  • Fluminense 2 x 0 Cardoso Moreira – 24.811 pagantes – renda (bruta) de R$ 469.235,00
  • Botafogo 2 x 0 Resende – 12.268 pagantes – renda (bruta) de R$ 227.445,00
  • Volta Redonda 0 x 0 Macaé – 1.069 pagantes – renda (bruta) de R$ 11.390,00
  • Cabofriense 3 x 0 Mesquita – 500 pagantes – renda (bruta) de R$ 7.130,00
  • Público total do sábado: 38.648 – média de 9.662 por jogo
  • Renda total do sábado: R$ 715.200,00 – média de R$ 178.800,00 por jogo

+ Domingo:

  • Flamengo 2 x 0 Boavista – 23.779 pagantes – renda (bruta) de R$ 374.932,50
  • Vasco 1 x 2 Madureira – 10.671 pagantes – renda (bruta) de R$ 112.622,00
  • América 2 x 5 Duque de Caxias – 653 pagantes – renda (bruta) de R$ 9.590,00
  • Friburguense 1 x 0 Americano – 311 pagantes – renda (bruta) de R$ 3.770,00
  • Público total do sábado: 35.414 – média de 8.854 por jogo
  • Renda total do sábado: R$ 500.914,50 – média de R$ 125.228,62 por jogo

A soma das 8 partidas de sábado e domingo fica assim:

  • Público total: 74.062 – média de 9.258 por jogo
  • Renda total: R$ 1.216.114,50 – média de R$ 152.014,31 por jogo

flu_maraca 

Muitos dirigentes, e até mesmo jornalistas, vibraram com a presença dos torcedores neste primeiro fim de semana de futebol no Rio de Janeiro em 2008.

Mas será que há motivo para festa?

Para tentar responder a essa pergunta vamos buscar os números do Campeonato de 2007.

O Carioca do ano passado teve uma média de público de 9.644 pagantes por partida, a maior média entre todos os campeonatos estaduais. Foram 732.953 torcedores em 76 jogos (incluindo Taça Guanabara, Taça Rio e finais).

Em relação à renda, a média do Carioca de 2007 foi de R$ 164.586,00 arrecadados por partida, totalizando pouco mais de 12 milhões e meio de reais nos 76 jogos.

Como se percebe por uma simples análise dos números, as médias de público e renda da rodada de abertura do Campeonato Carioca deste ano não chegam a empolgar.

Para deixar a comparação mais justa, vamos dar uma olhada nos dados da 1ª rodada da Taça Guanabara de 2007 (com apenas 12 times e, portanto, 6 partidas):

  • Público total: 68.992 – média de 11.499 por jogo
  • Renda total: R$ 988.135,00 – média de R$ 164.689,00 por jogo

Essa 1ª rodada da Taça Guanabara do ano passado foi a que teve a maior média de público e renda entre todas as rodadas do Carioca 2007 (incluindo Taça Rio), exceto as finais. Nada mais natural depois de quase 6 semanas sem jogos oficiais. A saudade faz a torcida comparecer em maior número…

Essa informação adicional, somada à inclusão de mais 4 times no campeonato, deve prejudicar as médias de público e renda deste ano. Afinal, são 2 jogos a mais por rodada (provavelmente com pouca torcida) e menos jogos decisivos (com Maracanã lotado).

Além disso, o aumento dos preços dos ingressos deve pesar cada vez mais, já que o aspecto “saudade da bola” influenciou diretamente nas médias deste fim de semana.

Não quero ser pessimista, mas é bom os clubes e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro ficarem alertas e começarem a pensar em alternativas para manter o interesse e atrair o torcedor.

O ideal seria rever o reajuste dos ingressos (já que nada de novo foi apresentado para justificar o aumento). Outra possibilidade seria inovar e oferecer facilidades como venda antecipada e/ou pela Internet.

O Botafogo, com o moderno Engenhão, vai tentar fazer isso a partir desta semana. Nesta segunda-feira o presidente Bebeto de Freitas anunciou que a comercialização dos bilhetes será terceirizada nos próximos 5 anos. Mas isso é assunto para outro post…

E pra você? Qual palavra melhor define as médias de público e renda do Campeonato Carioca 2008? Sucesso, fracasso ou alerta?

About these ads

Responses

  1. Perfeitra a análise dos números. Outro fato que chama a atenção é o de se ter mais público no jogo do Flu do que do Fla. Pode ser o indício do que a gente sempre soube: o que leva torcida para o campo é o desempenho do time. O flamengo está mais forte do que no ano passado mas os objetivos a serem alcançados ainda estão longe, foi só a primeira rodada e, mesmo sendo de tiro rápido o turno carioca, parece pouco decisiva aos olhos dos torcedores. Nesse caso fica a dúvida: ponto para os “pontos corridos” onde todo jogo vale independentemente da rodada?
    Parabéns pelo Blog!

    Oi Tiago, obrigado pelo comentário!
    Eu acabei não explicitando esse Fla-Flu das arquibancadas, mas é óbvio que, pelo menos na primeira rodada, a torcida do Tricolor pode se gabar de ter o maior público do Estadual. Talvez aí esteja o caminho para garantir boas médias: uma saudável disputa pelo título de time com mais torcida.
    Quanto à fórmula de disputa, gosto do sistema do Rio, mas a inclusão de 4 novos times foi, na minha opinião, um tiro no pé.
    Abs, Marcos

  2. Acho que o alerta deve ser geral!
    Principalmente considerando o assunto do outro post – aumento dos tickets, isso sim deve pesar para que a galera “evite” ir ao estádio.
    Até porque, o que mais estamos vendo é a qualidade das transmissões de tv melhorando a cada dia, com novos posicionamento de câmeras etc.
    Ok, Ok.. não tem a mesma emoção de ir ao estádio??? não, não tem!
    Mas o conforto com certeza é maior!
    bjs,
    Sil

    É verdade, Sil.
    O caminho é exatamente esse: oferecer facilidades e conforto para atrair um público adicional aos estádios.
    Muita gente que vê jogo em telão de bar poderia consumir ingressos de um setor realmente vip.
    Bjos, Marcos

  3. Salve, salve simpatia!
    Cara, eu realmente nao consegui ver a grande disparidade que possa haver nesse carioca, se comparado com o do ano anterior!
    Baseado nos numeros fornecidos por vc (os das primeiras rodadas de 07 e 08) ta tudo praticamente a mesma coisa. e ao que parece nem o aumento no preco dos ingressos foi tao grande assim… no seu artigo anterior vc falava em um aumento de 50%.
    se vc dividir a renda media pelo publico medio das primeiras rodadas, vc vai ver q o ingresso medio em 07 custou R$14,32 e em 08 R$16,42. Ou seja, menos de 15% de diferenca!
    Bem se os clubes querem faturar uma grana extra, uma coisa muito simples que eles poderiam fazer e’ vender transmissoes ao vivo pela internet pra fora do brasil. Tem muito nego que nao se importaria em pagar ate’ uns R$15 por jogo pra poder acompanhar o clube do coracao estando do outro lado do mundo.

    Outro grande abs

    JF

    Fala João!
    Talvez eu não tenha sido tão claro no post…
    A 1ª rodada do Carioca 2008 não foi um fracasso de público.
    Mas está longe de ter sido um sucesso, como foi falado por aí.
    Pessoalmente eu considero que a palavra “alerta” é a que melhor define as médias do Campeonato Carioca.
    Afirmo isso porque, apesar do momento melhor e dos reforços dos clubes do Rio, os números da rodada de abertura do ano passado são ligeiramente superiores ao deste ano. Acredito que sem o reajuste haveria mais pagantes e, pelo menos, a mesma renda.
    Sobre a porcentagem, eu disse que o aumento foi de ATÉ 50%, ou seja, esse foi o MÁXIMO de reajuste e vai valer apenas para as fases semifinais e finais. Até a Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj ficou incomodada com o abuso, como você pode ver aqui.
    Em relação à Internet, você tem toda a razão. Inclusive isso já vem sendo feito no Brasileiro e no Paulista. Mas esse é assunto para outro post…
    Abs, Marcos

  4. Fala pessoal!

    Acredito que a média de publico do campeonato RJ nao é nada animadora.

    Levando-se em consideração a fórmula do campeonato, tem 3 finais: Final Taça Guanabara, Final Taça Rio, e a final entre os dois campeoes de cada Taça.

    Esse tipo de campeonato, diferente do torneio de pontos corridos, aumenta a chance de cada time ser o vencedor e consequentemente eleva o grau de expectativa do torcedor, comparecendo mais aos estadios.

    Tendo em vista esses dados, a meu ver, essa média de público ainda está bem longe de ser um sucesso.

    Abraços a todos,

    Olá a todos,

    Realmente os dados apresentados pelo Marcos não são muito animadores. Embora estejamos no começo da competição, as receitas dos clubes com suas partidas da 1ª rodada mostram que será muito difícil que os jogos ajudem os clubes a obter equilíbrio em suas contas, já que pelo menos 3 dos 4 grandes ampliaram suas despesas com o departamento de futebol em 2008, segundo a imprensa. Um bom exemplo é o Fluminense que gerou pouco mais de R$ 102 mil de receita líquida em seu jogo de estréia. Vale destacar que seu adversário Cardoso Moreira recebeu em valores líquidos, R$ 85 mil.

    Para os grandes resta torcer que os clássicos e os jogos decisivos tenham uma melhora nos públicos, mantendo sua geração de receitas com os seus jogos atrelada ao imponderável do esporte, prática comum no futebol brasileiro e distante da realidade que deve ser criada.

    Um abraço.

    Amir

  5. E para piorar o lado do Flu, dos grandes, é o único que não conta com estádio, portanto grande parte da receita fica retido no aluguel.

    Sendo o time que mais investiu, vao ter que ser criativos em elaborar outras fontes de receitas para cobrir toda a despesa do futebol, é bem verdade que existe o forte patrocinio da Unimed por tras.

    Abraço

    Sérgio Mattos

    Você tem razão, Sergio.
    A criatividade deveria ser mais valorizada pelos clubes.
    Mas nem ela vai resolver sem planejamento estratégico.
    O caso da Unimed é emblemático. Se a empresa pode investir tanto dinheiro em contratações, deveria destinar recursos também para a ativação de patrocínio e transformar o torcedor do Fluminense em consumidor, ofecerendo produtos e atrativos customizados por meio de ferramentas de CRM.
    Abs, Marcos

  6. Ídolo, muita legal seu post analisando os números. Creio, porém, que é cedo para ligarmos o sinal de alerta. Apenas uma rodada é muito pouco para vaticinar como será o restante da competição. Sobre as torcidas, acho que o Flu levou mais gente ao Maraca pois realizou as contratações de maior impacto – pelo menos mediático. Sou defensor da tese de que o torcedor vai ao estádio para assistir aos ídolos. Quanto mais celebridades no clube, melhor. Vide o Real Madrid e os (pseudos) galáticos. O Tiago falou de pontos corridos. Hum, sei não. Brasileiro sem final já é bem estranho. Carioca, o mais charmoso do Brasil, sem finalíssimas, então, seria tão ou mais esquisito. Agora puxando a sardinha pro nosso lado, as tranmissões estão mesmo dando um show. Principalmente as do Futebol Internacional. Risos.

    Salve Andreg! Obrigado pela visita!
    O sinal de alerta que eu recomendo não é necessariamente de alerta vermelho. Ao menos por enquanto.
    É claro que é cedo para tirar conclusões sobre a aceitação do Campeonato Carioca pelo torcedor. Acredito, no entanto, que o bom gestor não pode esperar a chuva começar para comprar uma capa, se é que você me entende.
    Por isso não custa nada entender o recado do público logo na primeira rodada de um campeonato com tantas contratações de impacto. Afinal, como você mesmo disse, o torcedor vai ao estádio para ver os ídolos. E ele não está indo! Ou alguém acha que Flamengo e Fluminense (os dois times que mais se reforçaram) devem ficar satisfeitos com menos de 30 mil pagantes por jogo?
    Essa situação é ainda pior em São Paulo. Apenas 15 mil pessoas compraram ingresso para ver a estréia de Adriano no Morumbi no último domingo. Um ídolo que já valeu 100 milhões de Euros! E tem gente que diz: “ah, mas estava chovendo”. Parece que aquela metáfora da capa de chuva é mais verdadeira do que eu pensava…

  7. Na minha opinão, a primeira rodada do Estadual é um alerta. Venho percebido um crescimento do número de torcedores nos estádios. E isso é digno de festejos. Mas fico pensando: será que com os ingressos mais baratos os estádios não ficariam mais bonitos e cheios? Será que o torcedor de Flamengo e Fluminense, clubes que mais investiram em contratações, não lotariam o Maracanã para ver pela primeira vez seu time cheio de novidades se os ingressos custassem entre R$ 10 e R$ 20, e não entre R$ 20 e R$ 40? Acho um absurdo cobrar R$ 40 para um ingresso de arquibancada branca para um Fluminense x Duque de Caxias, por exemplo, ou Flamengo x Cardoso Moreira, jogos que ocorrem neste fim-de-semana. Enfim, creio que poderia haver um melhor planejamento nesta questão de venda de ingressos.

    PS: Marcos, o Amir Somoggi esteve no Lance! há duas semanas e nos deu uma interessante palestra sobre o impacto da Copa do Mundo na economia. Gostei do blog e vou passar a frequentá-lo. Abraço.

    Seja bem-vindo, Bernardo!
    Eu penso exatamente como você e não me contento com 25 mil pagantes (ou menos da metade) em jogos de times grandes que se reforçaram tanto. Na minha humilde opinião, isso se chama “pensar pequeno”.
    O Amir tem uma visão privilegiada do futebol como negócio. Volte sempre para ler posts dele e dos demais “articulistas” do blog, que também têm muito a dizer.
    Abs, Marcos

    Bom dia Marcos e a todos !!!

    Apenas gostaria de deixar uma observação que acho muito importante, nestes dois últimos posts que você escreveu, e com muita propriedade, entendo que o ponto crucial do alerta é o aumento dos ingressos de forma aleatória, apenas pelo fato de alguns clubes terem se reforçados e no último brasileiro se destacado.
    Mas o cerne da questão é, aumentar 50% do valor dos ingressos de um campeonato que é praticamente igual ao outro, e não houve qualquer tipo de benefício para o torcedor/cliente.
    Ingressos mais caros, tudo bem, mas para isso os Clubes e Federações deveriam oferecer mais ao torcedo/cliente como, conforto, segurança, transporte, estacionamento.
    Ai sim entendo que devemos acender o alerta, pois o povo não é bobo, e o reflexo desta percepção é exatamente a equiparação do público de 2007 com 2008, mesmo com os clubes investindo em grandes contratações.
    Abraço
    Francisco Ortega

    Olá Bernardo,

    Seja bem vindo ao blog, contamos com sua participação e comentários.

    Um abraço.

    Amir

  8. prezados,

    1. excelente blog.

    2. uma pergunta especifica: no caso deste post, de onde vieram os dados? É algum site específico? Agradeceria a informacao.

    Claudio

    Seja Bem-vindo Claudio!
    Obrigado pelo elogio ao blog. Espero que você continue participando!
    Os dados são do site da Federação de Futebol do Estado do RJ, que melhorou muito este ano.
    Você mesmo pode verificar as súmulas e borderôs no http://www.fferj.com.br/Sitenovo/2008/Campeonatos2008/Carioca/Sumulascarioca08.asp
    Abs, Marcos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: