Publicado por: Marcos Silveira | 6/maio/2008

Tour pela Arena da Baixada

Estive em Curitiba nesse feriado de 1º de Maio e tive a oportunidade de visitar a Arena da Baixada no sábado (03/05). O estádio Joaquim Américo (nome oficial) confirmou o que eu esperava dele: é bonito, moderno e confortável. Certamente está entre os melhores da América do Sul.

Maquete da Arena finalizada e imagem atual

Hoje (foto abaixo) e amanhã (acima): quando estiver finalizada, Arena da Baixada terá 40 mil assentos e estacionamento

E o calcanhar de aquiles da Arena do Atlético-PR – a capacidade reduzida de público – está com os dias contados. Em 2005, depois de um impasse que durou vários anos, o CAP adquiriu o terreno onde ficava o Colégio Expoente. A área só foi desocupada em 2006 e no ano passado o prédio da escola foi totalmente demolido, acabando com o obstáculo “físico” para concluir o estádio.

A barreira que ainda precisa ser ultrapassada para terminar a Arena é financeira. O Atlético-PR busca um novo parceiro para adquirir os naming rights do estádio. O contrato com o antigo patrocinador acabou no fim de março e não foi renovado (leia mais no post “Arena Sem Nome”, escrito pelo Francisco). Clique aqui se quiser ver o site do “Projeto Arena”.

Apesar do término do compromisso, o estádio do CAP ainda é chamado de Kyocera Arena no site da CBF. O nome da empresa japonesa também continua no ingresso para a visita guiada ao Joaquim Américo (que custa apenas R$ 3,00 e dura cerca de 45 minutos). Talvez não tenham tido tempo de fazer novos tíquetes…

Fotos da Arena da Baixada

Ordem e progresso: Arena respeita lugar marcado (foto acima) e incentiva Timemania (abaixo)

Por falar na visita guiada, vamos a algumas breves observações da minha experiência, começando pelas positivas:

  • Assentos numerados – os lugares são respeitados e quem se torna um “Sócio-Furacão” (programa de sócio-torcedor do CAP) ganha o nome na cadeira, como o Diego Jorgensen, na foto acima.
  • Incentivo à Timemania – há placas e cartazes por todos os lados estimulando que os torcedores escolham o Atlético-PR como “time do coração” na loteria.
  • Espaço otimizado - o projeto da Arena soube aproveitar cada metro quadrado para garantir boas condições de acesso e circulação, além de excelente visibilidade, para todos os envolvidos num jogo de futebol, conforme orienta a Fifa.

 

Imagens da Arena Store

Arena Store: visita guiada deveria terminar na loja oficial

De negativo, destaco apenas dois pontos:

  • Poucos horários, muita gente – por serem guiadas, as visitas só têm horários pré-definidos e em pequena quantidade (apenas 6 por dia: 10h, 11h, 12h, 14h, 15h e 16h), inclusive aos sábados. Eu, por exemplo, tentei fazer o tour na sexta, mas cheguei depois do meio-dia. Para não esperar quase 2 horas, preferi voltar no sábado. Resultado: conheci o estádio com mais 50 pessoas e apenas 1 guia!
  • Loja ignorada – a Arena tem uma excelente loja oficial do CAP (a Arena Store, nas fotos acima) que inexplicavelmente não faz parte do tour. A visita termina no estacionamento do estádio, desperdiçando a tradicional “compra por impulso”.

 

Coritiba - troféu genérico

Troféu genérico: Coritiba fez volta olímpica com taça improvisada (foto: Globoesporte.com)

O saldo da Arena da Baixada é positivo e tende a crescer ainda mais depois da conclusão total do projeto. Mas espero que antes disso a diretoria do Atlético-PR aprenda lições de esportividade. A decisão de não permitir a entrega do troféu de campeão paranaense para o Coritiba, no último domingo, foi lamentável e não combina com um clube moderno.

About these ads

Responses

  1. “além de excelente visibilidade, para todos os envolvidos num jogo de futebol”

    Quando concluída pode até ser, mas no momento existem pontos cegos para a torcida visitante. Já teve torcedor do Coritiba que ganhou na justiça seu dinheiro de volta por conta disso.

    Ah, eu sei que a paixão clubística fica de fora desse site, mas ver uma matéria sobre a Arena com uma foto dos jogadores do Coritiba comemorando o título no final, não tem preço. :)

    Olá Ricardo,

    Você tem razão. Realmente há um ponto cego no setor destinado à torcida visitante. E o problema – um poste de iluminação que pode ser visto na foto dos jogadores do Coritiba – só vai ser resolvido quando o estádio estiver totalmente concluído.

    Obrigado pela pertinente observação e continue participando!

    Abs,
    Marcos Silveira

  2. Caro Mauricio Bardella,

    Caso você queira publicar um post sobre o Fluminense aqui está o balanço :
    .

    http://www.fluminense.com.br/balanco/balancoFlu.pdf

    Obrigado,

    João Luiz

    Legal, João Luiz, vou fazer o download e ler o balanço para um futuro post.

    Mauricio

  3. Essa de que alguem ganhou dinheiro de volta não é verdade. O torcedor ganhou apenas em primeira estância e perdeu depois, e nem foi pro causa deste poste, antigamente existia um muro no final da arquibancada, mas como todos os lugares da Arena eram e são numerados o atlético mostrou que as cadeiras que ficavam no ponto cego não eram comercializadas.
    concordo com a desportividade pregada mas acontece que o Atlético esta apenas devolvendo o que foi feito e é feito ainda contra o mesmo pelos clubes e a imprensa daqui. Quanto ao saldo positivo de títulos na Arena só pra lembrar que foram 13 atletibas decisivos no paranaense e esta 7×6´a favor do Atlético ainda.

    Obrigado pelo comentário, João Miguel!

    Fiquei sem saber o que foi feito contra o Atlético-PR…
    …mas seja lá o que for, vingança não está com nada, concorda? ;-)

    Continue participando!

    Abs,
    Marcos Silveira

  4. aew… acho q tem um prato cheio pro blog.. as novas parcerias do engenhão firmadas pelo Botafogo.. e vai ter mais um topico pra voces falarem do setor visa, que vai existir no engenhão
    abraços

    Seja bem-vindo Gustavo!

    E obrigado pelas informações.
    Com certeza vamos ficar de olho nas parcerias do Botafogo.

    Sobre o Setor Visa, fiz uma visita ao Palestra Italia no mês passado e estou devendo um post a respeito. Espero fazer em breve…

    Participe mais vezes!

    Abs,
    Marcos Silveira

  5. eu li q tu falou q era burrice a inauguração d um setor desses e dpois fechar o estádio e só abrir qse meio ano depois..

    Olá Gustavo,

    Na verdade quem escreveu esse post foi o Amir, mas concordo com ele.

    Ainda vou escrever um artigo exclusivo sobre o FutebolCard e o Setor Visa, já incluindo o Botafogo.

    Continue participando!

    Abs,
    Marcos Silveira

  6. Enter outras coisas, Bebeto de Freitas anunciou que os clássicos nos quais o BFR é mandante serão jogados no Engenhão, a medida mais importante, na minha opinião, para viabilizar o estádio. Também foram desvendados os camarotes e seus preços. http://www.goldengoal.com.br/ceojh/

    Olá Antonio, obrigado pelo comentário!

    Mandar os clássicos no Engenhão é essencial, como bem escreveu o Amir num post de 19/04.

    E torço para que os camarotes sejam bem sucedidos…

    Abs,
    Marcos Silveira

  7. Q eu saiba os pontos cegos sao naqueles pilares da estrutura do estadio… e o pior eh q no projeto de conclusao para a Copa de 2014 eles vao construir exatamente igual na outra metade (ou seja, vai dobrar o numero de pontos cegos)

    “A Arena da Baixada, considerado um dos estádios mais modernos do país, também apresenta falhas estruturais.

    O relatório da Sinaenco revela que os peitoris de vidro laminado não tem proteção nas pontas, o que pode causar acidentes; as torres de circulação que proporcionam OITO PONTOS CEGOS do gramado; a implantação do estádiotem seu eixo maior na orientação leste-oeste, o que prejudica a visão nos jogos vespertinos; água parada no fosso, favorecendo a aparição de mosquitos transmissores da dengue.”

    http://www.bemparana.com.br/index.php?n=50867&t=durival-de-brito-e-arena-da-baixada-tambem-apresentam-problemas

    Olá Borracho, obrigado pelo link!

    Como não sou engenheiro, não percebi esses erros na Arena.
    Mas o que me parece mais grave no relatório da Sinaenco é o eixo do estádio ser na direção leste-oeste, o que dificulta a visão bem no horário dos jogos de fim de semana.
    Neste domingo (18/05), o Atlético-PR recebe o São Paulo às 16h00 e será possível verificar a dificuldade para assistir ao jogo, inclusive pela TV.

    Abs,
    Marcos Silveira

  8. Realmente existem ponstos cegos atrás das torres. Mas esses lugares, embora ocupados por assentos, não são comercializados.

    E na conclusão ao invés de 2 torres por curva, vai ter 1 só torre por curva.

    Seja bem-vindo Henrique!

    Bom saber que o CAP não vende os lugares com a visão prejudicada. Você sabe dizer se é possível reverter esses pontos cegos com alguma reforma eventual?

    Afinal é lamentável ter esse tipo de problema num estádio tão moderno…

    Abs,
    Marcos Silveira

  9. Além disso, acho que faltaram fotos do panorama geral do estádio, da parte onde está completo.

    Olá de novo, Henrique!

    Eu tirei outras fotos da Arena durante a minha visita, mas não tinha como colocar todas e optei pelas que ilustravam o texto.

    Fora que não é difícil encontrar imagens gerais da Arena na Internet, concorda?

    Abs,
    Marcos Silveira

  10. Eu tive o privilégio de conhecer a arena em dia de jogo, simplesmente este estádio é magnífico..
    E além de ser bonito a torcida do atlético faz ele ficar mais belo.E para mim quando ficar pronto o outro anel do estádio e junto sair um estacionamento será show de bola, pois nós torcedores dentro do estádio temos conforto, o problema é o acesso a um estacionamento…..

  11. porra ver o curritiba no site do cap e foda

  12. Caro Marcos, sou torcedor atleticano, gostaria de lhe esclarecer sobre as obras em andamento na Arena com conclusão prevista para janeiro de 2009:
    Os postes de iluminação na Arena da Baixada serão retirados com a conclusão das obras do anel inferior da rua Brasilio Itibere. Assim não terão mais pontos cego para a torcida visitante, que passará a assistir os jogos atrás do gol da rua Madre Maria que inclusive conta com cobertura abrigando de chuvas. A Solução será a colocação da iluminaçao nos pilares 1 e 6 da Arena.
    O estádio contará com mais 7.697 lugares, sendo 3.575 provenientes do novo setor da rua Brasilio Itibere e o restante proveniente da retirada do fosso e colocação de mais três lances de arquibancadas em todo o entorno do estádio. A torcida ficará ainda mais próxima do campoe ao invés de grades, o que irá separar a torcida do campo são vidros de 1,65m de altura, segundo paadrões Fifa.
    Os vestiários também passarão para o novo setor.

    Vale a pena conferir o dia a dia das obras na secção Mirante Virtual no site oficial:

    http://www.atleticoparanaense.com/fotolog/

    Um Abraço!

  13. A arena é e sempre vai ser o melhor estadio do brasil. O sul é meu país.

    f.w.o.k

  14. Onde os torcedores visitantes vão ficar quando terminarem o primeiro anel que estão concluindo ?

  15. Bruno Giacomazzi

    Vc é o mesmo Bruno Giacomazzi que estudou na 8m1 em 1996? Se for, manda um e-mail guri. Estou tentando juntar o povo daquela turma.

  16. eu estava procurando fotos da Arena pra fazer um cartaz pra colocar no bar onde eu jogo sinuca lá no
    Fazendinha então ao entrar no site me deparo com uma foto dos coxas dando uma volta olímpica na Arena. De que lado vc esta ??? Ao entrar aqui nós queremoas ver as cores rubro negra não nossos adversários com aquele uniforme ridículo já não chega a gozação que a gente agüenta cada vez que eles se dão bem na nossa casa? Por favor tira isto dai. Abraço parceiro paz e bem!!!

  17. Só gostaria de salientar uma coisa. Essa questão de cadeira marcada e essas outras coisas modernas que enfraquecem todo o espetáculo em torno do futebol. Vide os jogos do campeonato inglês com todas as pessoas sentadas. Agora veja na Argentina, Turquia e outros países que a torcida costuma entrar junto com o time em campo.

    Essa onda de cadeira nominal irá retroceder toda a gama e diversidade que englobam as festas nos estádios brasileiros. Uma características do futebol moderno. Bom, mas é isso que querem fazer, elitizar um esporte de massa. Isso me soa como uma maneira de “civilizar” o ato de torcer. O que é muito retrógrado, pois o sinal dos torcedores brasileiros e latino-americanos no geral era o descontrole e não sentir vergonha de vibrar junto com seu time.

    Realmente essa onda de modernização do futebol é uma vergonha. Querem acabar com os espetáculos das torcidas. Pois bem, estão conseguindo aos poucos.

  18. Essa historia de ponto cego não existira na comclusão da arena pois não existira postes para a iluminação, ela sera no “telhado” do estadio , veja as fotos…
    Para construir a Arena, foram usados como exemplo a Arena de Amsterdã, na Holanda, o St. Dennis, na França e o Old Trafford, estádio do Manchester United, da Inglaterra, ou seja os estadios mais modernos do mundo e por isso não terá um erro crotesco como postes.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 30 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: